23 de mai de 2011

O primeiro contato com o novo idioma

Aprender um segundo idioma na infância é desafiador e, por isso, esse aprendizado deve ser feito de maneira gradativa. Inserir a criança neste mundo, até então desconhecido, fica mais fácil quando o processo é feito por profissionais que conhecem a melhor maneira de alfabetização, especialmente em uma língua diferente de sua origem.

Em seu estudo, Elizabete Villibor Flory, Doutora pelo Instituto de Psicologia da USP, e Maria Thereza Costa de Souza, professora associada do mesmo instituto, falam que aprender um segundo idioma quando criança é benéfico em vários sentidos. As pesquisadoras defendem aspectos positivos que incluem vantagens comunicativas (com relação aos pais e comunidade, por exemplo); culturais (favorece o conhecimento da cultura à língua relacionada); e possíveis vantagens cognitivas (maior flexibilidade de pensamento e mais rapidez no processo de desenvolvimento cognitivo). O texto completo pode ser lido aqui.

Para aplicar esses benefícios na prática, as escolas da rede Maple Bear exigem dedicação integral dos professores e contam com salas de aula com número reduzido de alunos. Este é, inclusive, um diferencial da rede de ensino canadense. Com menos crianças na sala, o educador tem mais contato com os alunos para explicar todo o conteúdo da melhor maneira possível. “As professoras conversam com a criança com vocabulário acessível por eles, dependendo da idade – como no caso do português. É incrível a capacidade que as crianças têm de absorver tudo o que aprendem. Elas são como uma esponja. Estão prontas para receber todo e qualquer ensinamento”, conclui Renato Ferreira Junior, diretor da Unidade do Morumbi da Maple Bear.

Além destas, você vê outras vantagens para seu filho aprender uma segunda língua? Link

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro internauta,

Os comentários aqui postados são moderados a critério do site, não sendo permitido posts com difamação, incitação à violência, preconceito e nem divulgação de links para conteúdo inapropriado.

Obrigado!