10 de out de 2011

Conhecimento que vem da música

A criança que canta não somente espanta seus males, como também possibilita que qualquer tipo de aprendizado seja absorvido com mais intensidade – inclusive as lições passadas em outro idioma. Isso é o que defende a carioca Eloisa Lima, Mestre em Neurolinguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. “A música tem vantagem sobre qualquer aprendizado. É relaxante, coloca a turma em harmonia na língua estrangeira e promove a pronúncia de palavras em um contexto diferente daquele encontrado nas aulas do dia a dia”, aponta.

Eloisa diz que uma das principais vantagens da música como complemento ao aprendizado é que ela propicia o relaxamento e descanso da área no cérebro ligada à linguagem, ao mesmo tempo em que há um reforço do aprendizado da língua. “Além disso, enquanto cantam, as crianças saem do uso repetitivo da língua materna e isso é muito bom, considerando que falar português não é o objetivo de uma escola bilíngue”, avalia.

Para todos

A especialista afirma que música é uma das atividades mais recomendadas em qualquer nível e grau de proficiência na língua estrangeira. “Todas as crianças amam cantar. É uma atividade extremamente positiva, se for bem aproveitada, pois ela contagia e traz harmonia para o ambiente. Música is the best”, comenta.

O músico e professor Fábio Marcello Zanella, de São Paulo, considera que a música não apenas facilita a memorização de palavras, como também torna mais fácil e divertida a fixação do que está sendo ensinado. “Além disso, a música está ligada ao prazer, uma emoção que facilita todo e qualquer aprendizado”, garante.

Zanella considera que é importante que os professores não apenas gostem do que estão fazendo, mas também saibam que estilo de música seus alunos têm prazer em ouvir e cantar. Ele destaca que esse cuidado é importante para poder escolher bem as canções que vão complementar o aprendizado. “O tempero principal de qualquer aprendizado é o interesse”, fala.

Em família

A participação dos pais é essencial não só na aprendizagem musical, mas em todo processo educativo dos filhos, segundo Eloisa. “Percebemos que quando os pais participam mais ativamente da vida escolar de seus filhos, as crianças aprendem felizes”, diz a especialista.

Ela salienta que a participação em questão não é somente em forma de cobrança, mas também demonstrando interesse, aprendendo com eles e compartilhando suas experiências. “Os pais precisam cantar com seus filhos e se interessar pelas letras das músicas”, avalia.

A especialista afirma que é importante que os pais proporcionem alguma atividade nesse sentido, mesmo que não falem inglês. “Nessas horas, vale tudo: até mesmo cantar na pronúncia errada ou fazer nãnãnã”, diz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro internauta,

Os comentários aqui postados são moderados a critério do site, não sendo permitido posts com difamação, incitação à violência, preconceito e nem divulgação de links para conteúdo inapropriado.

Obrigado!