26 de jan de 2012

A importância do sono para o aprendizado bilíngue

Uma boa noite de sono desenvolve a cognição, regula a emoção, estimula o crescimento, gera conforto, bem-estar e auxilia na aprendizagem. Durante o sono, o que foi aprendido ao longo do dia é reforçado e memorizado. “Bom sono e bons sonhos são fundamentais para uma vida saudável e uma aprendizagem eficaz”, diz a pedagoga Rosimeire Marques Pacheco.

Para a psicóloga infantil comportamental Jéssica Fogaça, o sono é importantíssimo para o crescimento saudável das crianças. “É comprovado cientificamente que a criança que não tem uma noite de sono saudável correspondente à sua faixa etária pode ter sérios prejuízos no seu crescimento e também no seu desenvolvimento intelectual, pois não consegue ter foco nas atividades”, explica.

Há um determinado tempo de sono para cada faixa etária, segundo Jéssica. Ela diz que alguns pediatras aconselham que, dos dois anos aos cinco anos de idade, o ideal é que a criança durma entre 11 e 13 horas. Dos seis aos 15 anos, o recomendado é que se tenha dez horas de sono. “A partir dos 16 anos, o aconselhado é que se durma por, pelo menos, oito horas por noite”, comenta a psicóloga.

Sono bilíngue

Se o sono é essencial para um bom aprendizado, em uma escola bilíngue esse descanso tem ainda mais importância, segundo Rosimeire. “Como as crianças precisam estar mais atentas e integradas para reterem todo o conhecimento, esse descanso é fundamental”, diz.

A pedagoga fala que para “chamar” o sono, os pais podem oferecer às crianças rituais agradáveis como meditação, relaxamento, oração ou uma boa leitura. “Se a criança ainda não for alfabetizada, é importante contar ou ler histórias para elas”, afirma a pedagoga.

Ela comenta que não é aconselhável dormir com fome, mas também alerta para o fato de que são recomendadas sempre refeições leves antes de dormir. “É aconselhável também beber um copo de leite morno ao se deitar, pois ele é rico em triptofano, uma substância envolvida no processo do sono”, indica.

Rosimeire salienta que noites mal dormidas causam alterações de humor e deixam a criança sem controle das emoções e com dificuldade em prestar atenção e reter o que foi ensinado – justamente os aspectos fundamentais no processo de aprendizagem.

Além de zelar por uma boa noite de sono, Rosimeire diz que faz bem para a criança tirar um cochilo após o almoço. “Quem dorme mais ou menos uma hora e meia durante a tarde passa a ter mais facilidade para receber informações novas, fica mais disposto e bem-humorado”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro internauta,

Os comentários aqui postados são moderados a critério do site, não sendo permitido posts com difamação, incitação à violência, preconceito e nem divulgação de links para conteúdo inapropriado.

Obrigado!