9 de jan de 2012

Lição de casa é tarefa diária

A rotina de estudos não acaba quando toca o sinal da escola, indicando a hora de ir embora. Em casa, o aprendizado continua por meio da lição de casa e a tarefa não é apenas dos alunos, mas também dos pais, que devem estimular os filhos a encarar suas obrigações de uma forma mais leve.

Simone Ortega, pedagoga, acredita que se a criança enxergar o momento de fazer a lição de casa como sendo chato, a tarefa perde sua função de complementar o aprendizado de sala de aula. “A lição de casa deve fixar na cabeça do aluno o que foi visto em aula, aprofundar o conhecimento com exercícios práticos e fazer com que o estudante e o professor entendam quais as dificuldades e dúvidas que ficaram. Por esse motivo, ela deve ser feita sem pressa e com atenção”, explica.

Rotina

Não é fácil, porém, fazer com que os pequenos concentrem-se em exercícios para a escola quando já estão em casa. Simone afirma que o segredo para o sucesso das tarefas é a rotina. Para ela, se a criança souber que todos os dias um determinado horário será reservado para resolver as questões passadas pelo professor e rever aquilo que aprendeu no dia, certamente o fará com menos aversão.

Simone ensina que, para ficar mais fácil para a criança associar um horário com o momento de fazer as lições, o ideal é estipular o antes e o depois. O aluno sentará para fazer as tarefas antes do jantar ou depois do banho, por exemplo. Isso faz com que a própria criança consiga programar-se e entender que, antes do jantar ou depois do banho, ela não vai brincar ou assistir televisão. Se ela estiver preparada, não vai ficar frustrada e a lição será feita com muito mais tranquilidade.

A pedagoga garante que determinar um lugar específico da casa para a criança fazer seus deveres escolares também ajudará a criar uma rotina. O recomendado, indica, é que os pequenos façam os exercícios sozinhos e deixem para tirar as dúvidas quando voltar à escola. “É importante que os pais observem a criança e que estejam abertos a ouvir questões. Porém, as dúvidas devem ser tiradas com os professores. A interferência dos pais em respostas de exercícios, por exemplo, acaba prejudicando o controle do professor quanto ao aprendizado e a criança tem que entender que as lições de casa são dela e não da mãe ou do pai”, aconselha.

Tarefa bilíngue

No caso de crianças que estudam em escolas bilíngues, Simone acredita que as tarefas dos idiomas estudados devem ser feitas no mesmo momento do dia, mas uma de cada vez. O ideal, segundo ela, é que os pais ajudem as crianças a separar o que será feito em português e o que será feito em inglês.

E o próprio aluno pode escolher com qual idioma ele quer começar. “Ter que deixar de brincar duas vezes ao dia para fazer tarefas faria com que a criança encarasse a rotina com negatividade. Se os pais conseguirem separar meia hora para português e meia hora para inglês diariamente e no mesmo momento, as lições poderão ser feitas sem grandes estresse ou traumas, além de ser muito importante para o completo do aprendizado do aluno”, conclui Simone.

4 comentários:

  1. Oi Alice,
    Obrigada pela sua mensagem, já estou olhando e mexendo no site, e tem muita coisa bacana.
    Obrigada por visitar-nos, Caroline

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Caroline!
    Que legal que você gostou do blog! Toda semana postamos matérias novas por aqui - todas voltadas ao ensino bilíngue!
    Volte sempre!
    Tudo de bom!
    Um abraço,
    Equipe Ensino Bilíngue.

    ResponderExcluir

Caro internauta,

Os comentários aqui postados são moderados a critério do site, não sendo permitido posts com difamação, incitação à violência, preconceito e nem divulgação de links para conteúdo inapropriado.

Obrigado!